POLÔNIA: PROIBIÇÃO JUDICIAL DO ABORTO É UM ATAQUE À CLASSE TRABALHADORA!

A seguinte declaração de nossos camaradas na Polônia condena a decisão do judiciário polaco de limitar severamente o aborto. O regime burguês podre, contra as mulheres e anti-operário deve ser derrubado!

O dia 22 de outubro de 2020 ficará para a história como o dia em que, após anos de ataques aos direitos das mulheres, a direita finalmente conseguiu o que queria e restringiu drasticamente o direito ao aborto na Polônia. De acordo com a interpretação oficial, a pedra angular deste Estado – ou seja, sua lei básica – ordena que as mulheres deem à luz contra sua vontade. Devem trazer ao mundo crianças marcadas por terríveis deformidades e doenças, apenas para morrer em agonia, causando traumas incuráveis ​​aos pais.

Todo o sistema está podre até o núcleo e é absolutamente hostil à maioria da classe trabalhadora. Em vez de defender os tribunais, temos que lutar contra o sistema; em vez de salvar de si mesmo as instituições estatais da burguesia, o proletariado deve derrubar esse Estado e tomar o poder em suas próprias mãos.

Nós levantamos as palavras de ordem:

· Contra a proibição do aborto!

· Que cada mulher decida sobre sua vida!

· Aborto seguro e gratuito por qualquer motivo!

· Educação sexual universal em todas as escolas, em vez de religião!

·Cuidados ginecológicos e anticoncepcionais gratuitos para todas as mulheres!

Somente como uma classe trabalhadora unida, as mulheres e os homens trabalhadores juntos derrotarão a direita e seus seguidores!

Somente a derrubada do capitalismo garantirá a todas as pessoas seus direitos!

Vamos nos organizar e lutar!

A Corrente Marxista Internacional é uma organização revolucionária presente em mais de 35 países em todo o mundo. Organizamo-nos à volta da classe trabalhadora e da juventude, com o objetivo de derrubar o capitalismo, e por um futuro socialista para toda a humanidade! Se estás de acordo com as nossas ideias, e te queres juntar à nossa luta, une-te a nós e ajuda-nos a pôr estas ideias revolucionárias em prática.