Faltam 100 dias para a Communist World School! 

Anúncio do Programa 

Dentro de 100 dias, a Tendência Marxista Internacional irá organizar A Escola Mundial do Comunismo. Serão seis dias de conversações e discussões onde lançaremos também uma Internacional Comunista Revolucionária! 

Em todo o mundo, os comunistas já estão elegendo delegados que participarão presencialmente neste evento na Itália. Além disso, todas essas palestras serão transmitidas on-line e tu poderás assisti-las ao vivo ou acompanhar as gravações no final do dia. Inscreve-te agora para receber atualizações sobre a Escola, bem como informações sobre festas de observação e muito mais! 

Forneceremos mais informações – incluindo leituras recomendadas – nas próximas semanas, mas estamos orgulhosos de apresentar abaixo os tópicos que serão discutidos no evento. 

No primeiro dia, Alan Woods apresentará o lançamento da nova Internacional Comunista Revolucionária, bem como o seu novíssimo Manifesto, que será discutido e votado pelos delegados. 

O último dia terá Hamid Alizadeh relatando o incrível trabalho dos comunistas em todo o mundo no período recente, e explicando nossos planos para o futuro. Durante a semana, Alan Woods também fará uma palestra sobre ‘Dialética: A Álgebra da Revolução’. 

Se isso não bastasse, o resto da semana terá 18 palestras com 3 acontecendo simultaneamente. Felizmente, os camaradas não terão de tomar decisões dolorosas, porque poderão recuperar o atraso das sessões que perderam assistindo às gravações que estarão acessíveis através do site a Escola Mundial do Comunismo. 

Eis a lista de palestras: 

A necessidade de uma filosofia revolucionária: o materialismo dialético 

Lenine disse uma vez que “sem teoria revolucionária não pode haver movimento revolucionário”. Para que a luta pelo comunismo seja bem-sucedida, ela deve ser guiada por ideias corretas. Esta palestra mostrará a natureza reacionária de todos os tipos de teorias reacionárias, como o pós-modernismo, que são empurradas para os jovens com roupas revolucionárias. Só a filosofia do marxismo – o materialismo dialético – pode guiar o trabalho dos revolucionários para o sucesso. 

Por que precisamos de uma teoria da história: materialismo histórico 

O historiador burguês Arnold Toynbee disse uma vez que “a história é apenas um maldito facto atrás do outro”. Esta palestra explicará, no entanto, que subjacentes a todos os acidentes aparentes que compõem a história estão leis gerais que podem ser estudadas e compreendidas. Isso significa que o estudo da história pode permitir que se façam certas previsões, a fim de guiar as lutas futuras para o sucesso. Por esta razão, é vital que os comunistas tenham uma teoria da história. 

O que é o capitalismo? – Uma introdução à economia marxist

Há uma hostilidade crescente ao status quo, isto é, ao capitalismo que se está desenvolvendo entre uma camada da sociedade. No entanto, o que é realmente o capitalismo? Esta palestra revelará o funcionamento oculto do sistema capitalista que, melhor que ninguém, foi explicado por Karl Marx. Ao fazê-lo, definirá exatamente como funciona e como pode ser derrubado. 

Os bolcheviques no poder 

No espaço de poucos anos, os bolcheviques passaram de um partido que tinha sido dizimado pela reação a um farol brilhante para as massas revolucionárias em todo o mundo. Apesar da invasão de 21 exércitos estrangeiros, eles venceram uma batalha desesperada pela sobrevivência, enquanto faziam grandes avanços para a classe trabalhadora, fundando o primeiro serviço de saúde gratuito, legalizando o divórcio e o aborto, descriminalizando a homossexualidade e muito mais. Esta palestra abordará o início da URSS, o período da Guerra Civil e as tarefas urgentes que uma revolução bem-sucedida enfrenta. 

Como foi construída a Internacional Comunista 

A Internacional Comunista foi fundada por Lenine e Trotsky como um instrumento de revolução mundial. Reunindo partidos comunistas em todo o mundo, foi uma forma de aguçar as capacidades teóricas e práticas dos comunistas a nível internacional. Esta palestra traçará as origens e os primeiros anos da Internacional Comunista, mostrando a necessidade de construirmos uma organização semelhante no mundo de hoje. Os partidos que compunham a Internacional Comunista tinham origens variadas, com alguns crescendo a partir de pequenas organizações de propaganda e outros sendo cisões dos grandes partidos reformistas. Se quisermos criar novos partidos comunistas revolucionários de massas, devemos estudar como eles foram formados no passado. 

Guerra e Revolução: Uma Abordagem Leninista 

Pode ser fácil olhar para o mundo, com a lista crescente de guerras e levantar as mãos em desespero. Mas o que é que realmente causa guerras? E como podemos construir um mundo sem ele? Esta palestra explicará a abordagem de Lenine à guerra e mostrará como ela se aplica aos dias de hoje. 

Como podem os comunistas conquistar as massas? 

Como comunistas, nossa tarefa não é simplesmente discutir as ideias do marxismo em círculos fechados. Para que uma revolução seja bem-sucedida, os comunistas devem procurar alcançar a camada mais ampla possível de trabalhadores e jovens revolucionários e convencê-los da necessidade de derrubar o sistema capitalista. Nesta palestra, discutiremos como os comunistas podem difundir ideias revolucionárias entre as camadas mais amplas possíveis e lutar para construir partidos comunistas de massa em todos os lugares. 

 O comunismo realmente falhou? 

Dizem-nos sistematicamente que a queda da União Soviética foi uma prova incontestável do fracasso do comunismo. Esta campanha concertada de calúnias e mentiras, que liga falsamente o comunismo aos crimes burocráticos do estalinismo, é difundida pela classe dominante para minar a luta para derrubar o capitalismo de hoje. Esta palestra explicará como e por que a URSS entrou em colapso e demonstrará que não foi o comunismo, mas uma deformação burocrática que fracassou. 

O que é o imperialismo? 

Enquanto muitos na esquerda condenam, com razão, os horrores do imperialismo, poucos o compreendem verdadeiramente. Do conflito na Ucrânia, à guerra em Gaza, à competição entre a China e os EUA, o imperialismo domina as relações mundiais e, como tal, é dever dos comunistas compreenderem-no. Esta palestra fornecerá uma análise marxista completa do imperialismo e da abordagem que os comunistas devem adotar no mundo de hoje, baseando-se na obra-prima teórica de Lenine, Imperialismo: o Estágio Superior do Capitalismo

Os comunistas e o Estado 

Dizem-nos frequentemente que os políticos, os tribunais, a polícia e todas as outras armadilhas do Estado são simplesmente árbitros neutrais da justiça que agem no melhor interesse de todos. Na realidade, porém, os comunistas entendem que se trata de uma mera cortina de fumo para os interesses concretos de classe que sustentam o Estado. Esta palestra irá expor o papel desempenhado pelos Estados capitalistas na defesa do atual sistema de opressão e exploração, e explicar como um Estado operário asseguraria a transição para o comunismo após a revolução. 

O que está por detrás do “populismo de direita” e como o combatemos? 

O que está por trás da ascensão de figuras de direita como Trump, Le Pen e Meloni? Os meios de comunicação liberais lamentam a morte da democracia e atribuem a culpa aos eleitores “ignorantes”. A tarefa dos comunistas, porém, não é chorar, mas compreender. Esta palestra explicará a profunda polarização que varre o mundo neste período de crise capitalista e mostrará que a ascensão da direita se deve à completa falta de qualquer alternativa oferecida pelas supostas “esquerdas”. É um programa radical e revolucionário o que pode derrotar estas personagens. 

A Revolução Russa: O maior acontecimento da história da humanidade 

Em 1917, a classe operária na Rússia fez algo que nunca tinha sido feito antes. Pela primeira vez, o capitalismo foi derrubado e a classe operária chegou ao poder e manteve-o, sob a liderança do Partido Bolchevique. Este acontecimento monumental provocou ondas de choque em todo o mundo, inflamando as esperanças e aspirações de milhões de oprimidos e oprimidos. Esta palestra irá descrever e defender a Revolução Russa, enfatizando a riqueza de lições que os comunistas de hoje podem tirar dela. 

Revolução mundial ou socialismo num só país 

Após a morte de Lênin, quando ficou claro que a União Soviética estava isolada num mar de capitalismo internacionalmente, a burocracia estalinista agarrou-se à chamada teoria do socialismo num só país. Esta ideia nacionalista e contrarrevolucionária estava completamente em desacordo com a perspetiva de Marx, Engels e Lenine, de que a revolução precisaria se espalhar pelo menos para todas as grandes economias para ser bem-sucedida. Esta palestra demonstrará as conclusões reacionárias do socialismo num país, expondo-o como uma aberração da teoria marxista que não deveria desempenhar nenhum papel na luta de classes hoje. 

Lenin e Trotsky: O que eles realmente representavam 

Lenin e Trotsky foram os líderes inegáveis da Revolução Russa de 1917. Estes dois grandes bolcheviques desempenharam um papel central em fornecer às massas russas a perspetiva e as táticas de que precisavam para tomar o poder. Apesar disso, um mito infundado ainda é propagado hoje, de que Lenin e Trotsky se opunham fundamentalmente, tanto política quanto pessoalmente. Esta palestra trará à tona a verdade da conexão entre Lenin e Trotsky, mostrando que em todos os pontos fundamentais e em todos os momentos cruciais, esses dois grandes revolucionários estiveram unidos. 

Como o Partido Bolchevique foi construído 

O Partido Bolchevique foi o partido mais revolucionário que já existiu. Mas não se concretizou plenamente. Ao longo de muitos anos, Lenine construiu o partido a partir do zero, à medida que se expandia de pequenos círculos de leitura para se tornar uma organização de massas da classe trabalhadora russa. Este é o único partido na história que levou a classe trabalhadora ao derrube bem-sucedido do capitalismo. Um estudo cuidadoso de sua história pode, portanto, fornecer-nos um guia para a construção de um partido semelhante hoje. 

Os comunistas e a questão nacional 

A questão da opressão nacional e como combatê-la é uma luta importante que o mundo enfrenta hoje. Esta palestra analisará a abordagem marxista desta questão crucial, mas difícil, extraindo exemplos-chave de como é uma luta revolucionária contra a opressão nacional em diferentes casos. 

A luta contra a opressão – Unidade da classe trabalhadora ou políticas identitárias? 

A política identitária é uma abordagem generalizada na esquerda, que procura dividir as pessoas de acordo com sua raça, gênero, sexualidade etc. Os comunistas, pelo contrário, lutam pela máxima unidade da classe operária na sua luta unida contra a opressão. Esta palestra explicará como os comunistas procuram acabar com a opressão de uma vez por todas, abolindo a sociedade de classes, em contraste com os métodos impotentes e divisionistas das políticas identitárias. 

Comunismo significa burocracia? 

O comunismo confunde-se com a história da URSS e com os crimes da burocracia e de Estaline. Aqueles que discordam dos marxistas culpam o próprio comunismo por isso. Na verdade, o próprio Lenine reconheceu a burocracia emergente e lutou contra ela. Esta palestra abordará a luta de Lenine contra a burocracia e por um regime saudável no partido. 

About Tendência Marxista Internacional

Check Also

O Programa da Internacional

Ted Grant, Maio de 1970 Segue-se um magistral artigo de Ted Grant, onde foram expostos …

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial